Prefeitura Municipal esclarece dúvidas sobre pagamento do Auxílio Brasil

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), esclarece que ainda não é possível afirmar quando novos inscritos receberão o Auxílio Brasil, programa de transferência de renda do Governo Federal que substitui o Bolsa Família.

Embora um dos critérios para a concessão do Auxílio Brasil seja o cadastro no CadÚnico, a Portaria nº 682 do Ministério da Cidadania, de outubro deste ano, suspendeu, por mais 180 dias, a atualização do banco de dados. Portanto, a inclusão de novos beneficiários em programas sociais do Governo Federal está incerta, e o Município não pode garantir se novas famílias conseguirão o benefício ainda este ano.

Para quem recebia o Bolsa Família, o pagamento do Auxílio Brasil será automático e seguirá o calendário habitual do programa anterior, com início para 17 de novembro, segundo o Governo Federal. O valor médio a ser pago neste mês é de R$ 222, considerado os 17,84% de reajuste sobre o repasse médio do Bolsa Família (R$ 189).

Em relação ao Auxílio Emergencial Mineiro, a Seds ressalta que para ter direito aos R$ 600 em parcela única, a família em situação de extrema pobreza deveria estar registrada no CadÚnico em 22 de maio de 2021. Ou seja, quem ingressou no sistema após essa data não atende aos critérios.

Confira outras notícias: