Previous
Next

Programa Mais Pecuária Brasil atingiu 470 crias em Uberaba

Compartilhe este post

Em um ano e seis meses de atividades (início em março de 2022), o programa Mais Pecuária Brasil já avaliou 1.167 animais em Uberaba, garantindo o nascimento de 470 bezerros e bezerras melhorados geneticamente.

O programa é uma parceria entre a Secretaria do Agronegócio (Sagri), Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Rurais (Conafer) e a Alta Genetics do Brasil.

Os números, dos 18 meses do programa no Município, foram apresentados pela Sagri neste começo de semana. Até 30 de novembro, foram avaliados 1.167 animais, sendo que 1.055 passaram pelo devido protocolo, que incluiu consultas, exames, aplicação de hormônios e a inseminação propriamente dita. Desse total, 492 prenhezes foram confirmadas, com índice de aproveitamento de 44%.

O boletim aponta que, no período, nasceram 470 bezerras e bezerros, crias do programa no Município. Já o total de pequenos pecuaristas e agricultores familiares contemplados é de 38.

Para o diretor de Produção Agropecuária da Sagri, Luis Felipe Leite Sabino de Oliveira, os números obtidos são altamente positivos. “Uma prova disso, é o custo deste animal resultado do melhoramento genético. Uma fêmea, por exemplo, em idade de produção, chega a valer até R$4 mil”, ressaltou. E acrescentou outras vantagens do programa, como valorização do plantel e aumento da produtividade.

O secretário do Agronegócio, Agnaldo Silva, comemorou os números alcançados em um ano e meio do programa Mais Pecuária, em Uberaba. “É a melhoria genética chegando porteira a dentro, sem nenhum custo para o pequeno produtor”, frisou, lembrando que tudo é custeado pela Conafer e ampla assistência dos técnicos da Secretaria do Agronegócio. Agnaldo disse que o programa continua aberto aos produtores interessados, basta que procurem a Sagri.

Para participar do programa, o produtor precisa atender às exigências básicas, sendo as principais: ter estrutura adequada com curral e tronco, gado devidamente alimentado e reses com bom escore corporal.

Confira outras notícias: