Previous
Next

Registrada segunda morte em abrigo de idosos monitorado pela Saúde Municipal

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo Municipal foi informado, na manhã desta quinta-feira (2), da segunda morte de idoso por Covid-19 pertencente a um lar de acolhimento, interditado para novas admissões desde o dia 23 de agosto. A instituição passa por medidas de sanitização e controle epidemiológico por parte da Secretaria Municipal de Saúde.

O óbito informado nesta quinta-feira à Diretoria de Vigilância em Saúde da SMS, ocorreu na noite de quarta-feira (1º), segundo a instituição. Trata-se de uma mulher de 93 anos, que ficou internada por nove dias, no Hospital Regional. Além das complicações pela Covid-19, a paciente era hipertensa.

Entre os contaminados pela Covid-19 estão 49 idosos e 9 funcionários (2 da cozinha, 6 cuidadoras e 1 enfermeira). Todos foram vacinados com 2 doses. Os idosos infectados com Covid que estão no asilo (44) apresentam-se assintomáticos. Os funcionários estão bem. A instituição abriga agora 57 internos.

De acordo com a chefe da Seção de Vigilância de Agravos da SMS, Isabela Lacerda Rodrigues da Cunha, que acompanha a situação, cinco idosos continuam internados: três na enfermaria do Hospital Regional (HR) em observação médica e acompanhamento, um na UTI do HR, em Ventilação Mecânica, com quadro estável, e um na UTI do Hospital São Domingos, em ventilação não invasiva.

A instituição segue sem previsão de autorização para novas admissões pela Vigilância Sanitária. O espaço amplo e casas separadas permitem o isolamento dos casos positivos e providências de controle sanitário e epidemiológico.

O abrigo continua com cuidadora exclusiva para o acompanhamento dos idosos não infectados, isolados até a recuperação dos contaminados. Continua também a sanitização periódica das instalações do lar, conforme o recomendado pela Vigilância Sanitária.

Confira outras notícias: