Previous
Next

Rio Uberaba continua com oscilação atípica da vazão

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) segue monitorando a vazão de água na captação do rio Uberaba.

A semana começa com oscilação atípica da vazão na captação. Nesta segunda-feira (13), a vazão estava em 1.800 l/s, contra os 1.370 l/s da última quinta-feira (9).

Na quinta-feira, a Codau chegou a acionar o segundo motor a diesel na transposição do rio Claro mas, devido à baixa vazão do rio Claro, teve de desligar os dois motores a diesel, ficando somente os dois elétricos em operação.

A vazão de água no rio Uberaba segue preocupante, tanto que a Codau mantém as fiscalizações na bacia do manancial, acima da barragem de captação de água, através de medições eletrônicas.
As ações da Codau se estendem a afluentes do rio Claro e do próprio rio Claro e, ao longo do rio Uberaba, até a captação, na busca por barramentos e captação de água irregular, utilizando um drone para registros de possíveis irregularidades.

Um vasto relatório com fotos e geolocalização já foi encaminhado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e à Polícia Ambiental, que são os órgãos adequados para as verificações de outorgas e licenciamentos ambientais, para que tomem as devidas providências.

Confira outras notícias: