Previous
Next
Previous
Next

Sagri reúne-se com permissionários do Mercado Municipal para tratar da reforma

Compartilhe este post

Em reunião nesta quinta-feira (5) à tarde, no Centro Administrativo, diretores da Associação dos Permissionários do Mercado Municipal afirmaram ao novo secretário do Agronegócio, Agnaldo Silva, a intenção do grupo em permanecer no estabelecimento durante a reforma que será feita.

Participaram das conversas com o titular da Sagri, o presidente e o vice da Associação, respectivamente, Sérgio Henrique Manzan e Ednei Eduardo de Sousa. O secretário enfatizou aos dirigentes que a licitação para reforma do Mercado Municipal é prioridade zero do governo Elisa Araújo, com expectativa de publicar edital nos próximos dias. “Queremos fazer a reforma a quatro mãos,” enfatizou Agnaldo questionando o posicionamento dos permissionários.

Sérgio Manzan afirmou que a ideia do grupo é de que a reforma do Mercado Municipal seja feita com os permissionários trabalhando. “Queremos continuar com nossas atividades, porém, num horário reduzido das 7h às 14h. De maneira que as obras aconteçam do final do expediente em diante”, ressaltou Sérgio, justificando que para sair hoje do mercado, as estruturas dos boxes são grandes, como câmaras frias, freezers e geladeiras, além do grande número de funcionários. O presidente da Associação acrescentou que hoje não vê um local que comportaria todo mundo do mercado, numa área, juntos.

Oportunamente, o vice-presidente Ednei Sousa convidou o secretário Agnaldo, para que junto com engenheiros da Prefeitura, vá até o mercado para debater alguns itens do projeto. Segundo ele, os permissionários acham desnecessária uma reforma complexa da rede hidráulica, o que evitaria, inclusive, a troca do piso. “Mas isto precisamos apresentar no local e com a presença e opinião dos técnicos em engenharia”, destacou Ednei.

Há mais de 30 anos com banca no Mercado, Ednei entende que a prefeita Elisa vai marcar época com a reforma do prédio. “É um sonho nosso e do povo de Uberaba,” disse ele ressaltando a disposição dos permissionários em ajudar, inclusive, financeiramente, ser for o caso.

O secretário Agnaldo Silva disse que a proposta dos permissionários é importante para avançar nas negociações.

“A gente tem a proposta de fazer a reforma com eles lá dentro e a opção de removê-los numa estrutura mais próxima do mercado, o que possibilitaria acelerar a obra”, disse ele ressaltando que a conversa foi produtiva até mesmo quanto a regularização das concessões e manutenção do mercado, futuramente. Logicamente, adiantou, a gente vai escolher a melhor forma para os permissionários e para o município nesta reforma.

Agnaldo disse que este interesse dos permissionários em discutir alguns pontos, avaliando a reforma, também é de grande importância, afinal, eles vivem o dia a dia do mercado. O secretário informou que, oportunamente, pretende levar ao local técnicos das secretarias de Obras e Planejamento para uma avaliação e quando tiver, também a empresa vencedora da licitação para fazer um cronograma de intercessão, sobretudo, se os permissionários permanecerem no espaço durante a reforma do Mercado Municipal.

Os recursos para a reforma do Mercado Municipal, no valor de R$4,8 milhões, estão assegurados junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), graças ao empenho do presidente da Câmara Municipal, vereador Ismar Marão, prefeita Elisa Araújo e o ministro Marcos Montes, que na época da liberação respondia como secretário executivo da Pasta. A obra prevê, dentre outras coisas, reformas hidráulico-sanitárias, elétrica, novo telhado, instalação de elevador, pintura e reforma do entorno do mercado com novo piso.

Confira outras notícias: