Serviços Urbanos e Obras realiza limpeza em Córrego

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As equipes da Secretaria de Serviços Urbanos e Obras (Sesub) terminaram, na semana passada, ampla limpeza ao longo do córrego dos Carneiros, com a retirada de 250 toneladas de lixo e entulho, que representam 270 metros cúbicos de resíduos e sedimentos. Foi necessária a utilização de maquinário pesado como tratores e caminhões, além das limpezas manuais. O trabalho teve início no último dia 7, atacando inicialmente o ponto mais crítico de obstrução, no cruzamento com a BR-262 com a rua Aloísio Prata (Jardim Anatê).

O superintendente de Serviços Urbanos, Túlio Bento, informou que além da equipe padrão, também foram realizadas limpezas manuais em toda a extensão da canalização, da avenida Niza Marquez Guaritá, no bairro Nossa Senhora de Lourdes, passando pelo conjunto Antônio Barbosa, ultrapassando a BR-262. “Pretendemos manter uma atenção constante naquela área, visto o risco que ela oferece, até que tenhamos uma solução definitiva. Vale lembrar, porém, que não é possível uma solução a curto prazo, dada a complexidade de Engenharia e custos que a obra requer. Será necessário um estudo de toda a bacia e um projeto que atenda em definitivo. Ainda não temos data para apresentação”, destacou.

O Governo Municipal também instalou guard rail numa lateral à jusante do córrego, na Rua Topázio, com o objetivo de proteger veículos naquele trecho, que em momentos de correnteza podem ficar retidos. “É um paliativo até que seja feito todo um estudo de drenagem naquela região para evitar as inundações”, observou o secretário Carlos Lopes.

Essa proteção consiste em trilhos metálicos, cravados em blocos de concreto presos ao solo, margeando todo o cruzamento, onde passa a corredeira mais intensa. Esses perfis de aço, com cerca de um metro e meio de altura, serão pintados de amarelo zebrado, ao lado do passeio.

Carlos Lopes chama a atenção para a necessidade de atitudes cidadãs por parte da população que insiste em descartar  lixo e entulhos em locais  de forma irregular. “Esse material não desaparece magicamente, pelo contrário, se transforma em um problema muito mais grave já que, levado pela enxurrada, obstrui bueiros e galerias, causando inundações, que além dos prejuízos materiais, pode ceifar vidas”, concluiu.

Confira outras notícias: