Tiroteio termina com um morto e um ferido em Conceição das Alagoas

Compartilhe este post

Foto: Divulgação
Homem foi morto a tiros em praça pública

Um homem morreu baleado e outro ficou ferido durante um tiroteio na cidade de Conceição das Alagoas. O sobrevivente foi socorrido por equipes da Polícia Militar e encaminhado para uma unidade hospitalar.
Segundo informações apuradas pela Folha Uberaba, o homicídio e a tentativa de homicídio aconteceram na praça da rodoviária Doutor José Borges de Sene em Conceição das Alagoas, onde segundo testemunhas um homem, de 41 anos, estava sentado no banco da praça ao lado de um amigo de 33, quando em determinado momento chegou um suspeito que usava calça jeans e blusa com capuz. Ele sacou uma arma de fogo e atirou várias vezes contra a vítima de 41 anos. Após os disparos o suspeito fugiu correndo.
Policiais militares e uma equipe médica do Hospital João Henrique compareceram no local e constataram que o homem baleado tinha morrido na hora. Eles conversaram com uma mulher que presenciou o crime, e ela disse que viu suspeito com blusa de capuz calça jeans atirando na vítima e fugindo a pé. Minutos depois os policiais militares foram solicitados e compareceram em uma igreja, onde havia outro homem ferido e sangrando. Ao ser questionado ele disse que estava com o amigo baleado na praça, quando o suspeito chegou e começou a atirar sendo que a vítima foi alvejada nas costas, e ele foi atingido por estilhaço na mão esquerda e também na parte genital. O ferido foi socorrido pelos policiais militares e levado para o hospital João Henrique, onde passou por atendimento e em seguida foi transferido para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) em Uberaba. A área foi isolada pela Polícia Militar e após o trabalho do perito criminal Fabiano Rodrigues Sarmento, o corpo da vítima do homicídio foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Uberaba onde passou por exames e na manhã de hoje foi liberado para os familiares realizarem em velório e sepultamento.
De acordo com o sobrevivente, o crime pode ter sido por vingança, tendo em vista que a vítima do assassinato possuía várias passagens, havia cometido furto em um estabelecimento comercial na região nos últimos dias e o irmão que também tinha passagens por furto, foi executado no dia 24 de Dezembro do ano passado também na praça. Os policiais foram até o comércio alvo dos furtos, conversaram com o proprietário e ele relatou que realmente tinha vontade de matar a vítima, mas caso fizesse, ele aguardaria a polícia, negando envolvimento com o crime. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Confira outras notícias: