Uberaba inicia vacinação de trabalhadores da Educação do Ensino Superior

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Lactantes com até 6 meses também passam a ser contempladas

Nesta terça-feira (22), o Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, dá início à vacinação dos trabalhadores da Educação do Ensino Superior, a partir de 40 anos. Para evitar aglomeração, os trabalhadores envolvidos nos cursos de áreas da saúde serão contemplados no ponto de vacinação da ABCZ enquanto os trabalhadores dos demais cursos serão vacinados na Funel. O atendimento segue das 8h30 às 16h, e continua a todos os demais públicos prioritários por critério de idade que vinham sendo contemplados.

A documentação a ser apresentada é a mesma utilizada para todos os trabalhadores da Educação, documento de identidade com foto, CPF, comprovante de residência de Uberaba no nome da pessoa a ser vacinada, a declaração assinada pelo diretor da instituição de ensino, conforme modelo padrão disponível no site Uberaba Contra a Covid e a cópia do holerite ou documento similar, junto com o original para conferência. A cópia do holerite será anexada à declaração e ficará de posse da equipe de vacinação.

É importante frisar que no caso dos profissionais da Educação o cargo do holerite deve ser igual ao cargo assinado na declaração, ou a instituição deverá fazer um terceiro documento confirmando que a pessoa exerce uma função diferente da discriminada no holerite. No caso de documento similar, só serão aceitos documentos que constem a profissão da pessoa.

Outro público adicionado são as lactantes que passam a ser contempladas, até o 6º mês de lactação. Esse público será vacinado com a Coronavac na Funel, mediante laudo médico, assim como as gestantes e puérperas.

Vale reforçar que a vacinação dos públicos vem sendo realizada ao longo da semana e se tiver muito movimento serão distribuídas senhas para o atendimento do dia. Caso acabem as senhas, as pessoas que não conseguirem vacinar poderão comparecer no dia seguinte que serão contempladas.

Confira outras notícias:

Opinião

TDAH e os desafios na escola

*Margarete Chinaglia Na escola, há crianças que sentem como um turbilhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo: são lápis e