Velho conhecido da polícia diz que abandonou roubos e partiu para estelionatos por ter menos risco

Compartilhe este post

Um homem de 25 anos, com diversas passagens pela polícia foi preso na noite deste domingo, 22, após denuncia anônima. Segundo as informações repassadas à Folha Uberaba, equipe do Tático Móvel, Comando Tático formada pelos militares Sgt Alves, Cb Sousa e Cb Barbosa, e Serviço de Inteligência do 4° BPM participavam da operação Resguardo quando, receberam denuncia de que autor estaria realizando tráfico de drogas no residencial Jardim Europa, na avenida Leopoldino de Oliveira, ainda segundo a denuncia, o autor participou recentemente de um roubo onde foi levada grande quantidade de ouro na Vila Olímpica.

De posse das informações a guarnição deslocou até o endereço. Quando os militares adentraram no condomínio avistaram o autor que, ao perceber a presença policial saiu correndo. O autor acabou alcançado e em seu bolso foi encontrada uma bucha de haxixe, indagado se havia mais no apartamento ele disse que sim. O autor disse que resolveu mudar para o condomínio para não ser visto pela polícia pois como é muito conhecido nos meios policiais, ali podia transitar sem ser incomodado. No apartamento, acompanhados pelo autor, os militares localizaram mais quatro buchas da droga e um computador ligado onde, na tela havia duas fotos de um indivíduo, em cada uma ele segurava uma cédula de identidade diferente, cada uma de um Estado. Questionado, o autor declarou que; abandonou os roubos e partiu para o estelionato, por ser mais difícil ser pego e tem risco pequeno.

O autor contou que compra dados de pessoas na internet e falsifica os documentos com os comparsas, um homem e uma mulher e fazem compras de produtos para revender em seguida fazendo dinheiro rápido. Ele disse que compra especialmente celulares por serem mais fáceis de vender. Foram encontrados no computador, diversos CPFs de pessoas diversas, usados nos golpes. Também foi encontrado um caderno com diversos CPFs e telefones que o autor disse ja terem sido usados para golpes. Ainda no local foi encontrada uma impressora com papéis para impressão das fotografias.

Sobre a droga, o autor disse que era só para consumo e que revende apenas para conhecidos que sabe que não o entregariam. Autor e material apreendido encaminhados à delegacia.

Confira outras notícias: