Previous
Next
Previous
Next

Zoonoses já retirou 23 toneladas de lixo em residências este ano

Compartilhe este post

O trabalho do Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias no combate às arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti é contínuo, e a participação da população é essencial para evitar uma epidemia em Uberaba. No primeiro quadrimestre de 2022, o Mutirão de Limpeza, realizado pelo Departamento para acabar com possíveis criadouros do mosquito dentro das casas, retirou 23 toneladas de materiais inservíveis (lixo).

As visitas domiciliares e a circulação dos motofogs também continuam diariamente, bem como o UBV pesado (fumacê). Um novo Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) foi realizado na última semana e os resultados, assim que tabulados, irão direcionar as próximas ações.

Em 2021, o Governo Municipal contratou quase 100 agentes de endemias, o que permitiu aumentar a capacidade de trabalho no combate ao mosquito, e mais de 130 toneladas de materiais que poderiam servir de criadouro foram recolhidas das residências.

O chefe da Seção de Controle de Endemias, Diogo Barros, reforçou que, apesar do trabalho constante, se a população de Uberaba não fizer a sua parte é impossível evitar a proliferação do mosquito. “Todos os anos, identificamos que os principais focos são dentro das casas, locais em que o problema pode ser facilmente resolvido. Bastam 10 minutos por semana para cada um vistoriar a sua casa com 200 metros quadrados e, assim, eliminar possíveis criadouros do mosquito”, explicou Diogo.

Confira outras notícias: