Previous
Next

Associação comemora o centenário em Santa Teresa e entrega “Prêmio Cem”

Compartilhe este post

No dia 8 de novembro de 2022 a Associação de Bancos no Estado do Rio de Janeiro (ABERJ) completou 100 anos de existência, celebrados através de uma festa restrita a convidados no dia 10 de novembro (quinta-feira), no Solar Real, em Santa Teresa. Entre os convidados estiveram presentes empresários, presidentes e diretores de bancos, representantes de instituições públicas como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o Banco Central do Brasil e profissionais de diversas áreas.

O cerimonial foi conduzido pela educadora e palestrante Henriette Porciúncula, havendo discursos do Presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), Ricardo Liáo e do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação do Rio, Francisco Bulhões, como representante do Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. 

Chicão Bulhões – como prefere ser chamado – agradeceu a oportunidade de estar presente na comemoração da entidade, afirmando a importância da história da Associação para saber mais sobre a própria história da cidade, tendo apresentado algumas medidas de inovação implementadas durante o mandato vigente, como a utilização de criptomoedas para pagamentos, inclusive de impostos, e a adoção de uma agenda de economia verde. Bulhões ainda apontou o anseio da prefeitura de fazer com que o Rio de Janeiro esteja na vanguarda do mercado de crédito de carbono, desenhando um hub de “finanças do amanhã” para a cidade.

“Se vocês estão aqui há cem anos é porque o Rio de Janeiro foi, na verdade, o grande palco dessas discussões que a gente, de alguma maneira, tenta retomar. Tentamos retomar falando sobre tecnologia e inovação, sobre cripto” afirmou Bulhões.

Idealizada inicialmente como “Club dos Banqueiros”  pelo banqueiro Alberto Teixeira Boavista, a antiga Associação Bancária do Rio de Janeiro foi criada em 1922, como um esforço de se conceber uma entidade representativa à classe dos bancos, contando com a participação de figuras consideradas relevantes para o contexto econômico brasileiro em sua trajetória. Sendo assim, durante a festividade de seu centenário, houve o lançamento do Prêmio Cem, responsável pela condecoração de personalidades do setor público e privado que tiveram papel efetivo no desenvolvimento da Associação ao longo de sua história.

Na mesma ocasião, houve o lançamento da Revista Cem, de distribuição virtual gratuita e ilimitada, tendo como objetivo o resgate da atividade da instituição no decorrer de sua existência, o estabelecimento de paralelos com a história brasileira e mundial, assim como a publicação de artigos acerca de diversos temas que envolvem o Sistema Financeiro e o estudo em Recursos Humanos da atualidade. 

A festividade ainda contou com a apresentação do Coral da Comlurb, que entoou “Cidade Maravilhosa”, entre outras músicas que revisitam a diversidade do povo brasileiro. Além disso, durante o evento foram exibidas fotografias dos premiados com o Prêmio 100, vídeos que apresentaram a inserção da instituição em novas tecnologias – como o Metaverso – e sua trajetória através de fotos históricas. Ao final da festa, cada convidado recebeu uma NFT exclusiva do centenário da Aberj.

Confira outras notícias: