Previous
Next

Avanço do Plano de Mobilidade marca a semana

Compartilhe este post

Durante dois dias desta semana, os empresários do Consórcio PlanMob, Ricardo Mendanha Madeira e André Barra, foram recebidos pela Comissão Técnica da Prefeitura que vai acompanhar o trabalho e corroborar com a elaboração de todas as etapas da confecção do Plano de Mobilidade Urbana. Na quinta-feira, realizaram tour por diversos pontos da cidade, apresentando a dinâmica da mobilidade em Uberaba, e nesta sexta-feira (12) tiveram reunião técnica, antes da apresentação à prefeita Elisa Araújo.

O Consórcio PlanMob é formado por três entidades: Instituto da Mobilidade Urbana e a empresa Cidade Viva – Engenheiros. Além da Tecnotran Engenheiros e Consultores Ltda., representada em Uberaba. O grupo tem atuado em cidades como Maringá, Ribeirão das Neves (MG), Maricá, Pouso Alegre, Pinhais e Tubarão.

De acordo com Ricardo Mendanha, responsável pelo Consórcio, no caso específico de Uberaba, já existe um planejamento que foi feito, a partir de 2021, como Plano de Mobilidade preliminar que foi registrado junto ao Ministério das Cidades e está valendo. “A ideia é que, a partir de agora, será aperfeiçoado com números e pesquisas. Vamos pensar qual é a mobilidade que a cidade precisa, um plano para os próximos 10 anos, baseado no que existe hoje já construído pela cidade.

Atividades – Na quinta-feira, os empresários de BH fizeram um tour pela cidade em 25 pontos, verificando ciclovias, trechos críticos do sistema viário, corredores e terminais do transporte coletivo e as entradas da cidade.

Já na manhã desta sexta-feira (12), antes da apresentação do Consórcio à prefeita Elisa Araújo foi realizada reunião com e equipe técnica no anfiteatro do Centro Administrativo. Os representantes do PlanMob detalharam o cronograma de trabalho, as atividades, programação de uma capacitação para nivelamento de todas as áreas da Prefeitura envolvidas, para que possam se inteirar do que está acontecendo no Brasil nesse setor.

Serão realizadas reuniões, audiências públicas, seminários, com os diversos setores da sociedade envolvidos no processo, além de pesquisas residenciais, nas ruas, terminais, cruzamentos e acessos. “Precisamos entender como funciona a mobilidade na cidade e construir um diagnóstico, com ampla participação da comunidade”, concluiu Ricardo.

A reunião também contou com os dados e diagnósticos sobre Mobilidade Urbana que foram apresentados pelo consultor da Seplan, professor doutor Fernando Garrefa, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), levantados durante os trabalhos referentes à revisão do Plano Diretor Integrado. Todo material será disponibilizado para o Consórcio PlanMob.

Confira outras notícias: