Previous
Next

Ceasa de Uberaba funciona com estabilidade de preços, mas tomate sobe 50%

Compartilhe este post

A Pedra do Produtor, na Ceasa de Uberaba, abriu esta primeira semana de dezembro, neste dia 4, com estabilidade na maioria dos preços dos hortifrutigranjeiros. O vilão foi o tomate que subiu 50%.

De acordo com o diretor de Abastecimento da Secretaria do Agronegócio (Sagri), Deyvid Carvalho, 23 produtores participaram das comercializações nesta segunda-feira. Eles ocuparam 34 espaços na Pedra da Ceasa.

Conta o dirigente que, no geral, o mercado operou estável. Dos 18 produtos mais vendidos, 12 mantiveram os mesmos preços da última semana, como a batata lisa que permaneceu valendo R$175,00 a saca com 50 quilos, abobrinha menina – R$100,00, mandioca – R$80,00, beterraba e cenoura – R$70,00 cada caixa, quiabo e repolho – R$60,00 e o jiló – R$40,00 a caixa com 16 quilos.

Seguiram também com preços estáveis: laranja – R$55,00 o saco, melão – R$60,00, alface – R$40,00 a dúzia e couve – R$30,00 também a dúzia.
Já as altas foram três. A principal, a do tomate. O produto subiu 50% neste dia 4 de dezembro, pulando de R$80,00 para R$120,00 a caixa com 22 quilos. A cebola foi de R$83,00 para R$95,00 o saco com 20 quilos e a banana prata subiu de R$106,00 para R$112,00 a caixa.

Entre as quedas, nesta segunda, vagem, mamão formosa e banana nanica. A vagem teve baixa acentuada, de R$150,00 para R$110,00 a caixa, com 27% de retração. O mamão formosa caiu de R$68,00 para R$60,00 a caixa, e a banana nanica foi vendida, neste começo de semana, a R$61,87 (antes, R$67,50 a caixa).

As comercializações na Ceasa de Uberaba serão retomadas na quinta-feira, dia 7 de dezembro. Os trabalhos, por lá, são abertos às 5h.

Confira outras notícias: