Codau irá acionar transposição nos próximos dias

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O monitoramento da lenta, porém constante, queda na vazão do rio Uberaba no último mês e até a próxima semana de junho definirá o início da operação do sistema de transposição de água do rio Claro. A perspectiva da direção do Centro Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) é acionar os equipamentos antes do final do mês.
“Vamos observar o rio Uberaba estes dias, mas é bem provável que ele não suporte mais sozinho abastecer Uberaba já a partir da próxima semana. O nível está em 2000l/s, mas chegou a 1600 l/s nesta sexta-feira. É uma vazão baixa e o alerta já está ligado e vamos precisar, sem dúvida nenhuma, usar a transposição em breve”, observou o presidente da Codau, José Waldir de Sousa Filho. Para abastecer Uberaba são necessários 900l/s.
O sistema de transposição conta com dois motores elétricos, que já passaram por todas as revisões técnicas. Um deles entrará em operação primeiro. Cada um tem capacidade de bombear cerca de 200 litros/segundo. A Codau ainda tem outros três conjuntos de motobomba a diesel que podem ir para as margens do rio Claro, caso seja necessário ampliar a capacidade de bombeamento da transposição.
Desde o ano de 2003, a Companhia lança mão da alternativa de transposição de bacia hidrográfica como um auxílio para aumentar a vazão do rio Uberaba na seca. O trajeto da água é através do córrego Saudade, que une as duas bacias, a do rio Claro e do rio Uberaba.

Confira outras notícias:

Opinião

TDAH e os desafios na escola

*Margarete Chinaglia Na escola, há crianças que sentem como um turbilhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo: são lápis e