Congresso de Educadores é bem avaliado no conteúdo e formato

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O XXV Congresso de Educadores de Uberaba e do Triângulo Mineiro foi muito bem avaliado pelos profissionais que participaram da programação, cujo tema central foi “Cuidar de quem ensina”. Nada menos do que 69,8% avaliaram o evento como ótimo, enquanto outros 28,3% consideraram bom.

Os dados foram apurados pelo Departamento de Formação Profissional da Casa do Educador Professora Dedê Prais. O levantamento foi respondido por 518 pessoas inscritas no Congresso – de um total de mais de 2.700 por módulo.

O evento, totalmente remoto, nos dias 13, 14 e 15 de outubro de 2021, foi promovido pela Secretaria de Educação de Uberaba (Semed), por meio da Diretoria de Ensino/Casa do Educador, com o apoio da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ).

O formato on-line também agradou aos participantes: 70,9% avaliaram como ótimo e 26,9% como bom. Para a edição 2022, 78,1% preferem que o congresso mantenha o modelo.

Já o quantitativo de palestras, seis no total, foi avaliado como ótimo por 61,9% e bom para 35%. Quanto à carga horária, 45,2% consideram ótima, 49,2% boa e 5,2% regular.

Alguns nomes foram sugeridos para o ano que vem, entre eles, os da pedagoga Regina Shudo, do professor e filósofo Mário Sérgio Cortella, do psicólogo Rossandro Klinjey e da professora doutora Lislei Patrizzi, da UFTM, que abriu o XXV Congresso.

Várias sugestões de temas foram apresentadas, tais como Sustentabilidade – Educação Ambiental, Relação Família/Escola Busca Ativa, Formação Docente – Prática Pedagógica, Relações Interpessoais – Liderança, Metodologias de Ensino – Metodologias Ativas – Ensino Híbrido, Educação Inclusiva – Educação Especial e Pluralidade Cultural – Educação Patrimonial – Educação Étnico-Racial.

Confira outras notícias: