Ficco apreende várias armas na 3ª fase da Operação Ludíbrio

Compartilhe este post

Foto: Divulgação
Armamento pesado foram apreendidos na região do Beija Flor na manhã de hoje

Um arsenal de armas foi apreendido pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco/Uberaba), coordenada pela Polícia Federal e composta pelas Polícias Civil e Militar de Minas Gerais, deflagrou hoje a terceira fase da operação “Ludibrio” nas cidades de Uberaba e Uberlândia. Munições e outros materiais também foram apreendidos.
Segundo informações apuradas pela Folha Uberaba com o delegado chefe da Polícia Federal em Uberaba, Mário Veloso, o objetivo da operação visa combater a ação de despachantes que auxiliaram criminosos de Uberaba a fraudar documentos para adquirir dezenas de armas de fogo.
De acordo com a autoridade, as investigações ainda comprovaram que os despachantes, que eram Colecionadores, Atiradores e Caçadores (CAC’s), também adquiriram suas armas de forma fraudulenta.
Após investigações os integrantes da Ficco representaram na justiça contra os investigados e os pedidos foram aceitos pelo Poder Judiciário e
Foram expedidos sete mandados de busca e apreensão pelo Juízo da 1° Vara Civil e Criminal da Subseção Judiciaria de Uberlândia para os endereços ligados aos despachantes, sendo quatro cumpridos em Uberlândia e três em Uberaba/MG.
Equipes da PF, PC, PM foram nos imóveis em Uberaba e durante buscas encontraram espingardas, revólveres, pistolas, rifles, submetralhadoras, dezenas de munições de diversos calibres, além de lunetas e materiais relacionados ás armas de fogo.
As investigações- Segundo PF, a primeira fase da Operação Ludibrio foi deflagrada em 14 de Julho do ano passado em Uberaba, onde as equipes após investigações e identificação de suspeitos cumpriram mandados de busca e apreendidos e apreenderam de sete armas de fogo de grosso calibre que foram adquiridas por um suspeito com passagens por tráfico de drogas, roubos e homicídio.
Já a segunda fase foi realizada no dia 12 de Março, também em Uberaba, onde os policiais apreenderam mais sete armas de fogo compradas por duas pessoas com antecedentes por homicídio, tráfico de drogas e receptação.
Ainda segundo o delegado, os policiais agora vão aprofundar nas investigações tendo em vista que há suspeita que essas armas estavam sendo “emprestadas ou alugadas” para criminosos cometerem crimes em Uberaba e região. As armas e materiais apreendidos serão periciados, todos investigações serão indiciados e responderão pelos crimes de falsidade ideológica, posse e porte irregular de armas de uso permitido e restrito e caso sejam condenados, poderão cumprir penas de até 18 anos de reclusão, além de multa.

Confira outras notícias: