Funepu remaneja leitos covid em UPAs para suprir aumento em atendimentos clínicos

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Como medida emergencial, em função do aumento considerável de pacientes nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Uberaba nos últimos dias, a Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba- Funepu, anunciou na tarde desta terça-feira (22) uma nova organização para os atendimentos nas unidades. A medida prevê, principalmente, o remanejamento de leitos anteriormente destinados a pacientes com sintomas da Covid-19, para usuários que têm procurado as unidades para atendimentos clínicos.

“Temos percebido nos últimos dias uma redução na quantidade de pacientes com sintomas respiratórios, ao mesmo tempo em que os atendimentos clínicos tem aumentado consideravelmente. Aliado a isso, temos enfrentado a dificuldade na transferência de alguns pacientes, e os reflexos têm sido amplamente compartilhados em grupos e redes sociais. É algo que foge ao nosso controle, mas também não podemos simplesmente negar atendimento médico. Pensando nisso, estamos fazendo um realimento da divisão dos leitos nas unidades, que atualmente estão separados entre ‘pacientes Covid e Não Covid’, para que a área que mais tenha necessidade, consiga ter mais estrutura disponível”, ressalta Jesislei Rocha, presidente da Funepu.

Ela destaca ainda que a mudança afeta principalmente a UPA São Benedito, que atualmente apresenta a situação mais crítica. No local, seis leitos anteriormente destinado a pacientes com sintomas do novo coronavírus já foram remanejados para outros atendimentos clínicos. “Importante destacar que toda essa logística tem sido desenvolvida de modo estratégico, considerando o atual cenário da unidade, garantindo ainda que nenhum paciente com sintoma da Covid fique sem o atendimento necessário, reforçando ainda que toda a organização do local segue sendo feita respeitando, claro, normas de segurança em saúde, para que pacientes clínicos não fiquem em contato com pacientes com sintomas respiratórios”, destaca.

Sobre a quantidade de pacientes que aguardam transferência para hospitais de média e alta complexidade, a presidente da Funepu destaca que até o fim da tarde chegava a 93 o número de pacientes em espera, somando as duas UPAs de Uberaba. Desse total, 24 já estavam com vagas destinadas ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, mas as transferências ainda não haviam sido liberadas pela unidade hospitalar.

Apelo. Diante da situação, a Funepu ressalta a importância de os usuários procurarem as UPAs apenas em casos de extrema necessidade, e que se enquadrem no perfil de funcionamento dessas unidades, que são destinadas a atendimentos de urgência e emergência. Sendo que, em situações mais simples, o indicado é que o usuário procure a UBS mais próxima da própria residência.

Confira outras notícias: