Previous
Next
Previous
Next

Museu de Peirópolis reabriu nesta sexta-feira

Compartilhe este post

A partir desta sexta-feira, dia 17 de dezembro de 2021, após cumprir todas as medidas de biossegurança e administrativas necessárias, o Museu de Peirópolis reabriu para visitas internas. Às segundas-feiras o Museu é fechado para manutenção e limpeza. De terça-feira a domingo, inclusive feriados, é aberto das 8h às 17h com entrada franca.

Segundo a diretora do Complexo Cultural e Científico de Peirópolis  – CCCP, Stela Mariana de Morais, na antiga estação de trem poderão entrar até 12 pessoas por vez, respeitando o distanciamento entre elas. No prédio administrativo poderá ter um total de 40 pessoas, contando os colaboradores que estejam trabalhando. Haverá disponibilização de álcool 70% nas portarias e banheiros, sinalização de fluxo de entrada e saída e sinalização do distanciamento entre as pessoas ou grupo de pessoas no caso de serem familiares que chegam acompanhados. “Vale destacar que essa sinalização de distanciamento foi pensada na biossegurança e também nos pontos em que as pessoas permanecem mais tempo para tirar fotos ou até observar as peças da exposição”, destacou Stela. O uso de máscara é obrigatório em todas as áreas.

Atualmente o Museu dos Dinossauros é composto por três áreas musealizadas: I – o jardim com exposição de réplicas a céu aberto, II – a antiga estação de trem e o III – prédio administrativo que abriga mais uma parte da exposição e o anfiteatro.

Conforme a direção do CCCP, o Museu dos Dinossauros nunca ficou fechado, apenas restringiu a entrada de visitantes nos ambientes cobertos em atendimento aos decretos municipais vigentes, estando seus colaboradores trabalhando o tempo todo e mantendo os espaços a céu aberto disponíveis 24 horas por dia aos visitantes em todo esse período para passeios e piqueniques.

A volta dos visitantes aos ambientes internos já estava sendo pensada e organizada desde a restrição em março de 2020 e, para isso, era necessário que várias demandas fossem atendidas simultaneamente. Assim que todas essas demandas foram cumpridas, foi liberada a entrada de visitantes nos prédios.

Atividades do Museu durante a pandemia

Durante o período mais restritivo de pandemia, os servidores e pesquisadores do Museu trabalharam e desenvolveram várias pesquisas, com quatro remessas recebidas de fósseis. Houve um grande número de pesquisas científicas publicadas em revistas internacionais renomadas, implantou-se o tour virtual, que atendeu em 2020 5.549 pessoas em geral e, só em 2021, 1.084 estudantes especificamente. As redes sociais também foram incrementadas durante a pandemia, chegando a milhares de pessoas no @Facebook e no @Instagram, por exemplo.

Ainda conforme a diretora Stela, após um hiato de oito anos, a XX Edição da Semana dos Dinossauros foi retomada, avançando também com trabalhos do Projeto Geopark Uberaba, inclusive com a realização da primeira edição do curso de salvamento de fósseis em parceria com o MPMG no dia 15 de outubro de 2021.

“O retorno dos visitantes aos prédios do Museu dos Dinossauros nesse momento representa para nós mais uma ação entre várias empreendidas em um período de grande aprendizado. A necessidade de adequação à realidade trazida pela pandemia tirou do papel vários projetos do CCCP, por exemplo, o tour virtual, que atendeu mais de 30 escolas nesse período, e a repaginação das nossas redes sociais, que trouxe mais visibilidade ao Museu dos Dinossauros, o que nos colocou em terceiro lugar dos destinos turísticos mais procurados do estado de Minas Gerais, segundo o portal de turismo estadual. Esperamos que isso possa fortalecer o desenvolvimento econômico e turístico da cidade de Uberaba MG, sem colocar em risco a vida das pessoas, que é a nossa maior preocupação”, finalizou Stela.

Confira outras notícias: