Prefeita recebe deputado federal Aelton para tratar da armazenagem de grãos

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com foco em encontrar solução para o déficit de armazenagem de grãos, a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, e o secretário do Agronegócio, José Geraldo Borges Celani, receberam o deputado federal e engenheiro agrônomo Aelton Freitas e o produtor rural João Ângelo Guidi, na segunda-feira (5), no Centro Administrativo. O vereador Luizinho Kanecão e a chefe de Gabinete, Miria Rezende, também estiveram presentes.

Conforme relatado por João Ângelo, a necessidade de aumentar a capacidade de estocagem de grãos é uma demanda antiga e em comum da classe agrícola. “Aumentou a produção e diminuiu a armazenagem. Complicou demais. Aliás, a gente já vem sofrendo com isso há anos”, expôs o produtor de trigo, soja, milho e outras culturas.

O secretário do Agronegócio lembrou que o déficit de estocagem se trata de um problema nacional. “É uma carência de Uberaba, região e do Brasil todo”, assinalou José Geraldo.

A prefeita solicitou à pasta do Agronegócio um levantamento da capacidade de produção e de armazenamento para obter a atual demanda reprimida em números. “Vamos também estabelecer contato com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que pode ser uma parceira para atender essa demanda”, acrescentou a prefeita.

Destacando a insegurança do produtor com o déficit de armazenagem, o deputado federal ressaltou que o mandato dele está à disposição para ajudar a encontrar uma saída. “Por ser da área, por ser engenheiro agrônomo, por ser do agronegócio, essa situação em Uberaba tem me preocupado muito”, pontuou.

O vereador Luizinho Kanecão também acompanhou a reunião. Ele frisou a importância da interlocução entre as esferas para resolver o entrave. “A perspectiva é muito grande”, afirmou.

Novas reuniões para tratar sobre o tema estão marcadas para os próximos dias.

Confira outras notícias:

Opinião

TDAH e os desafios na escola

*Margarete Chinaglia Na escola, há crianças que sentem como um turbilhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo: são lápis e