Previous
Next

Projeto sobre o repasse do Fundeb é sobrestado na CMU

Compartilhe este post

Mozart Jr.

Em reunião acalorada por muitos protestos de representantes da classe dos professores que aguardavam a votação do repasse dos 70% do Fundeb para a categoria e representantes do administrativo da educação, após fala da secretaria de educação Sidnéia, que comentou sobre a decisão do senador federal que altera a lei em alguns pontos, é em seguida disse que deixava a decisão aos vereadores, sobre votar hoje e contemplar apenas os professores ou adiar para a próxima terça-feira 21, a votação.

O presidente da CMU, Ismar Marão, destacou que a decisão seria do executivo, o verdadeiro responsável pelo projeto e passou a palavra ao vereador Fernando Mendes, representante do executivo na casa.

Sob apupos dos professores e usando a justificativa de beneficiar mais famílias, o representante do executivo optou pelo sobrestamento do projeto, que fica adiado para a próxima terça-feira, 21, quando, no âmbito federal, o projeto já terá retornado para o congresso e no entendimento dos vereadores, terá ratificada a inclusão dos administrativos no rateio.

O clima esteve quente no plenário e também no chat do canal da Câmara no YouTube com troca de farpas de representantes dos dois grupos.

Confira outras notícias: