Previous
Next

Rede municipal de ensino oferta roteiro de atividades semanais para complementar carga horária dos alunos

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O plano de retomada das aulas presenciais na rede municipal de ensino, no modelo híbrido, elaborado pela Secretaria de Educação (Semed), por meio da Diretoria de Ensino, estipula que, diariamente, alunos em sala terão três aulas, enquanto aqueles que permanecem on-line têm duas aulas por dia.

Essa distribuição se deu porque as aulas oferecidas pela rede não são síncronas, ou seja, simultâneas para alunos presenciais e remotos. Além disso, respeita a carga horária do professor, que cumpre as cinco aulas na unidade de ensino.

A complementação da carga horária do aluno, tanto dos que estão presenciais quanto no modelo remoto, ocorre por meio da disponibilização de roteiros de estudo/atividades semanais impressas ou fornecidas virtualmente. O material tem conteúdo claro e objetivo, acompanhado das devidas instruções, de modo que permite a compreensão do aluno e o desenvolvimento de sua autonomia para os estudos.

Diretora de Ensino da Secretaria de Educação, professora Luciana Cruvinel informou que os roteiros oferecidos aos alunos estão em consonância com as atividades ministradas, tanto de forma presencial como remota, inclusive com as do site institucional, canal da Semed no YouTube e na TV Câmara.

Posteriormente, os professores tiram as dúvidas dos alunos e fazem as correções dos conteúdos em estudo, sendo muito importante a devolutiva, acrescentou a diretora.

“O trabalho da Secretaria visa nortear esta nova rotina e fluxo escolar, a fim de assegurar o direito à educação, previsto em legislação, minimizando os impactos de aprendizagem causados e acentuados, durante o isolamento social”, destacou a diretora, lembrando que as medidas também observam os protocolos de biossegurança.

O conteúdo das aulas remotas está sendo ofertado por meio de videoaulas gravadas, interação em grupos virtuais, links do YouTube e do canal EducaOn, aplicativos de jogos, sites educacionais, entre outros recursos tecnológicos e pedagógicos.

De acordo com a secretária de Educação, Sidnéia Zafalon, as medidas adotadas para a volta às aulas presenciais seguem um rigoroso planejamento, mas a titular da pasta faz um apelo aos pais e responsáveis pelos alunos: “Vocês sempre foram importantes parceiros, porém, a pandemia está exigindo um pouco mais de cada um de nós. Acompanhem as tarefas dos seus filhos, busquem os roteiros na escola e os devolvam devidamente realizados.”  

Ainda segundo Luciana Cruvinel, é essencial estar ciente de que o trabalho com o ensino híbrido não se resume em apenas colocar computadores e novas tecnologias à disposição das crianças. É preciso, ainda, aplicar algumas técnicas e manter os alunos sempre sob a supervisão de um profissional.

Dividido em fases, o plano de retomada das aulas presenciais na rede municipal de ensino teve início dia 4 de agosto, com turmas do pré-II, 5º ano e Educação de Jovens e Adultos (EJA); dia 16 retornaram os alunos do 1º ao 4º ano.

No dia 1º de setembro voltam o pré-I e as turmas de 6º ao 9º ano que, até lá, têm aulas apenas remotas.

Confira outras notícias: