Previous
Next

Trilhas de Futuro forma mais 240 jovens para o mercado de trabalho

Compartilhe este post

Estudantes das áreas de administração, designer gráfico, logística, qualidade e produção de moda, da 2ª edição do projeto, estão prontos para serem contratados

Governo de Minas, por meio do projeto Trilhas de Futuro, preparou mais 240 jovens para ingressar no mercado de trabalho. Participantes da 2ª edição do projeto, eles concluíram, neste mês, os cursos Técnicos em Administração, Design Gráfico, Logística, Qualidade e Produção de Moda. A formatura das turmas foi realizada na segunda-feira (6/11), em Belo Horizonte, com os estudantes da unidade Senai Horto. 

A coordenadora do Núcleo de Educação Profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial(Senai/MG), Alessandra Teixeira, ressaltou que estes novos profissionais serão inseridos no mercado, e com isso, irão fortalecer a economia e a indústria do estado.

“Acreditamos que esses novos profissionais terão um impacto positivo em suas áreas de atuação, contribuindo para o desenvolvimento da indústria e da economia como um todo. Parabenizamos a todos os formandos e desejamos muito sucesso em suas carreiras. Que este seja apenas o início de uma jornada de conquistas e realizações”, pontuou Alessandra.

Quem também tem muito o que comemorar é Elias Mateus da Silva Santos, que se formou no curso Técnico em Designer Gráfico. Mesmo com as limitações impostas por ser cadeirante, ele persistiu para conquistar seu sonho.

“Formar pelo Trilhas de Futuro foi uma sensação incrível, sentimento de realização, perseverança e alegria. Sou cadeirante e fui muito bem acolhido na unidade. Tive acesso aos laboratórios de informática, fotografia e gráfica. Todos os colaboradores me trataram super bem, com respeito e inclusão”, celebrou Elias.

O Senai Minas ofereceu, nesta 2ª edição do Trilhas, mais de 17 mil vagas em 42 cursos técnicos, em diversas áreas tecnológicas, nas 65 unidades da instituição, em todo estado. Para dezembro, também está prevista a formatura de mais 200 jovens, participantes da 2ª edição do projeto.

Sobre o Trilhas de Futuro 

O Trilhas de Futuro oferece cursos técnicos gratuitos em instituições públicas ou privadas em diversas regiões de Minas. O objetivo é capacitar os jovens para alcançarem novas oportunidades no mercado de trabalho.

O público alvo são alunos que cursaram o ensino médio na rede estadual. Podem concorrer também às vagas e às vagas residuais, os estudantes da rede municipal, privada e demais interessados. Além do curso técnico gratuito, o estudante recebe uma ajuda de custo para alimentação e transporte no valor de R$20, por dia.

O Governo de Minas já investiu cerca de R$1 bilhão no Trilhas de Futuro, desde o lançamento do projeto, em 2021. O período de inscrições da 4ª edição começa nesta quinta-feira (9/11) e se estende até o dia 23/11. O início das aulas está previsto para março de 2024.

Pesquisa 1MiOMG

A parceria celebrada entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), responsável pelo projeto, e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), lançou a  pesquisa “Quais são os interesses e sonhos da juventude mineira?”, para compreender as diversas especificidades e interesses dos jovens em Minas Gerais. 

A pesquisa, que faz parte do  o “Um Milhão de Oportunidades para o Futuro Minas Gerais (1MiOMG)”, está disponível até o dia 24/11, neste link, e integra o U-Report Brasil, programa global do Unicef que utiliza redes sociais para realizar enquetes por meio de um chatbot ⎼ assistente virtual capaz de manter uma conversa em tempo real por texto. Para iniciar a pesquisa é necessário usar a palavra-chave “1MIOMG”. 

A coordenadora da Educação Profissional da SEE/MG, Amanda Barboza, explicou os objetivos desta parceria. “A plataforma 1Milhão de Oportunidades é para aproximar os jovens recém formados das oportunidades que o mercado de trabalho vem demandando. Isso possibilita fecharmos um ciclo que se inicia na qualificação e formação desse jovem, concluindo com sua empregabilidade e ingresso ao mercado de trabalho”, explicou.

Confira outras notícias: