Previous
Next

Vendas na Ceasa têm predominância de preços no mercado estável

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nas cotações desta quinta-feira, dia 18, na unidade da Ceasa de Uberaba, os preços do tomate e da batata apresentaram ligeiras quedas, contrastando com a maioria dos hortifrutigranjeiros que manteve valores no mercado estável.

De acordo com dados do chefe da Seção da Ceasa, Carlos Henrique Geraldo, 26 horticultores participaram das comercializações na “pedra” do produtor neste dia 18 de novembro. A ocupação foi de 34 espaços.

Na cotação do dia, a maioria dos hortifrutigranjeiros, salientou Carlos, manteve os preços no mercado estável. São os casos da cenoura, beterraba, jiló e da laranja. Esta última foi vendida a R$40,00 a caixa de 22 quilos, enquanto que a cenoura permaneceu a R$45,00, também caixa de 22 quilos, beterraba R$45,00 a caixa e o jiló, R$30,00 a caixa de 16 quilos.

A Ceasa também registrou manutenção de preços entre as folhosas, com a alface custando R$24,00 a dúzia e o mamão formosa, cujo preço manteve na casa dos R$40,00 a caixa de 18 quilos, mesmo valor da semana anterior.

Já o tomate, carro-chefe dos produtos mais vendidos na Ceasa, segue em queda. Na cotação desta quinta ele apresentou ligeira baixa sendo comercializado a R$70,00 a caixa de 22 quilos. Na última segunda, o tomate estava a R$75,00 a caixa. Mesma situação para a batata lisa que também registrou redução de R$5,00 no seu preço. O produto caiu de R$155,00 para R$150 a saca de 50 quilos.

Apenas dois produtos, apontou o chefe da Ceasa, Carlos Geraldo, registraram aumento nos preços: foram os casos do quiabo e da abóbora caxi ou porongo. O quiabo, caixa de 14 quilos, pulou de R$50,00 para R$80,00, enquanto que a abóbora caxi foi de R$50,00 para R$70,00 a caixa com 22 quilos.

A “pedra” do produtor, na unidade da Ceasa de Uberaba, volta a operar na segunda-feira, dia 22 de novembro, a partir das seis da manhã. Já os boxes da unidade funcionam de segunda a sexta, das 7h às 18h.

Confira outras notícias: