Previous
Next

Golpistas usam nome da Unimed e levam mais de 4 mil de clientes

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mulher de 64 anos e sua filha de 28, procuraram a Base de Segurança Comunitária do Aeroporto para registrar uma ocorrência de estelionato.
De acordo com as informações repassadas à Folha Uberaba, as vítimas relataram ter recebido mensagem via WhatsApp de autor que se identificou como funcionário da Unimed que disse estar entrando em contato porque as faturas da Unimed não estavam sendo enviadas devido a férias dos Correios.


O autor então enviou boletos com todos os dados da Unimed e das vítimas nos valores de 1.683.64 e de 515.34.
Após efetuarem os pagamentos, as vítimas perceberam que o favorecido era pessoa física e então questionaram o autor que, declarou ser em nome do gerente da Unimed avalista das 2° vias dos boletos, que poderiam ficar tranquilas.


As vítimas relataram que, após esse fato, não receberam correspondências da Unimed e acreditaram estar tudo ok.
No mês seguinte, receberam novo contato pelo WhatsApp e uma autora também falando como funcionaria da Unimed, solicitou confirmação de dados das clientes e em seguida que digitassem uma opção no celular.


Após cumprirem todas as exigências da mensagem, as vítimas receberam outros dois boletos nos valores de 1.673.85 e outro de 515.34, efetuando o pagamento.
Novamente descobriram que o beneficiário era pessoa física, desta vez uma mulher.
As vítimas então desconfiaram e entraram em contato com a cooperativa que informou que, as faturas estavam em aberto e que elas foram vítimas de golpe e deveriam procurar a polícia.


Um terceiro autor também enviou mensagens para as vítimas solicitando novo pagamento, que não foi feito.
Segundo a polícia, esse terceiro autor já possui registro por estelionato.

Confira outras notícias: